roteiro

OS COSTUMES E LIMITAÇÕES DOS ALIMENTOS

 

Determinados alimentos são proibidos (haram) aos muçulmanos de acordo com o Qur'an e o Hadith (os provérbios do profeta Muhammad). Allah, é puro e só aceita aquele que é puro. Haram é proibido e ilegal, e os alimentos haram para os muçulmanos são a carne de porco.

As bebidas alcoólicas, animais carnívoros e outros animais tais como os asnos, macacos e elefantes. Todo o animal que morrer devido a causas naturais, ou mortos por algum animal selvagem, o sangue e as drogras estão igualmente excluídas.

Alimentos permissíveis para os muçulmanos:

* peixes

* todos os tipos de aves domésticas, perdizes, pombos ...

* cabras, carneiros, gado, camelo, coelho e búfalo

 

Costumes sobre o comer:

Comer com a mão direita. Se for convidado para um repasto muçulmano, deve retirar os sapatos antes de entrar. Sentar-se-á no chão coberto com tapetes, as solas dos seus pés não devem apontar para outra pessoa.

As refeições são à base de peixes, carne de carneiro, carne de camelo e aves. O tempero vai de médio a forte e os doces são muito saborosos. Servem muita fruta também. O muçulmano esmera-se no preparo dos pratos e na degustação.

Os muçulmanos são, por natureza, discretos. Seja nas lojas, seja em sociedade, falam sempre num tom de voz bastante baixo. Pausado. Calmo. Gostam de mostrar a sua hospitalidade.

Quem conhece o Ramadão compreende melhor o povo muçulmano. Trata-se de uma lei civil e religiosa que proíbe durante um determinado mês no ano a ingestão de comida ou água e o consumo de cigarros antes que o sol se ponha. Todo ano o Ramadão acontece, e quem não o segue é punido no céu com a ira e Alah.  

O Ramadão é o mês do incitamento espiritual no mundo Muçulmano. É o nono mês do Calendário Islâmico. É o mês do jejum e da recitação do Sagrado Alcorão, que foi revelado durante este mês o mês de Tahajud e Qiyam Al-Lail, de orações de Tarawih, de Sadaqah, de Zakat Al-Mal. Também é o mês de actividades sociais entre os Muçulmanos. Durante este mês o estilo de vida completo dos Muçulmanos sofre uma mudança dramática, com as noites de aspecto festivo. O padrão completo de vida privada e pública é transformado.

O fervor espiritual do Ramadão excede todas as outras actividades ao longo do ano. Ninguém consegue explicar a alegria a não ser que se procure as benções deste mês, dia e noite. Por esta e outras razões, é recomendado o seguinte para aqueles que desejem beneficiar deste mês. Os preparativos a respeito disto devem começar pelo menos desde o mês de Rajab, isto é, com dois meses de avanço. ALLAH revelou no Surah Al-Tawbah (Arrependimento) a respeito dos quatro meses sagrados:

«Para DEUS o número dos meses é de doze, como reza o Livro Divino, desde o dia em que Ele criou os céus e a terra. Quatro desses são sagrados», (Alcorão, 9:36)

Por isso, é recomendado que os Muçulmanos aumentem o seu jejum naqueles meses para que se aproximem de ALLAH. Além disso, devem preparar-se para o mês de Ramadão antes da sua chegada. Neste mês as acções das pessoas são elevadas para o Senhor dos Mundos.

Ramadan é o mês do jejum. Como diz o Alcorão: «Ó crentes! Foi-vos prescrito o jejum da mesma forma como foi ordenado aos vossos antepassados, para que possais temer a DEUS» (2:183).

É também o mês da revelação do Sagrado Alcorão como guia de toda a humanidade: «Ramadão é o mês em que foi enviada a revelação do Alcorão como Guia para a Humanidade, com provas claras de Orientação e de Critério (entre o bem e o mal). Por conseguinte, quem de vós estiver presente durante este mês, deverá passá-lo em jejum; e, quem estiver doente, ou em viagem, (jejuará, depois,) o mesmo número de dias. ALLAH deseja para vós facilidade e não dificuldades; para que completeis o período do jejum, e glorifiqueis a ALLAH, por vos ter encaminhado; e talvez assim (Lhe) ficareis gratos», (2:185)

É o mês em que o Anjo Gabriel (Jibril a.s.) desce para nos abençoar e nos dar boas novas. Jejuar por todo o mês subitamente pode ser um pouco difícil a não ser que nos preparemos para isso, doutro modo, nos primeiros dias nós teremos dores de cabeça, tonturas, fome, sede e outros problemas. Os diferentes órgãos do nosso corpo trabalharão em conjunto para ajustar o corpo à nova situação fisiológica, e ao mesmo tempo, estão a tentar limpar o corpo de todas as substâncias tóxicas interiores. Consequentemente, é melhor prepararmo-nos parcialmente antes do advento do Ramadão.

Prepararmo-nos antes da proximidade do Ramadão é muito melhor do que aguardar até que ele chegue. Prepararmo-nos para seja o que for na vida é um sinal de sabedoria e maturidade. Treinarmo-nos gradualmente é uma excelente ideia em vez do treino de última da hora.

Os sabores peculiares da cozinha árabe há muito caíram no gosto ocidental. E mais do que os já tradicionais quibes e esfihas, a culinária do Oriente Médio tem especialidades deliciosas, como seus doces de sabores singulares.

 

roteiro página anterior página seguinte